Pensando em Montar um Escritório? Saiba Quais os Primeiros Passos

Seja qual for a profissão, ter um espaço adequado para desempenhá-la pode colaborar muito com a produtividade, bem estar e satisfação com o trabalho. Muito além do quesito estético, um ambiente de trabalho acolhedor e funcional pode contribuir em diversos aspectos do ambiente organizacional.

Para quem está se aventurando por novos ares profissionais e se deparou com a decisão de montar um escritório, já deve ter percebido que as escolhas não são fáceis e muitas variáveis devem ser analisadas.

Entenda os primeiros passos a serem pensados por quem quer montar um escritório, nesse post.

Montar escritório: é possível fazer home office?

Montar o escritório na própria casa ou apartamento é, provavelmente, uma das alternativas mais baratas. Isso se aplica tanto para o aporte financeiro inicial quanto para a logística, gastos fixos e variáveis, uma vez que requer menos investimento quando comparado ao escritórios tradicionais.

Todavia, apesar de apresentar benefícios significativos, os escritórios para home office apresentam algumas limitações, as quais precisam ser pensadas antes de se iniciar a montagem do escritório.

Com home office, reduz-se a privacidade da casa, especialmente se for comum receber clientes no local. Além disso, requer uma dose maior de proatividade e foco, uma vez que as distrações presentes no ambiente de casa podem ser maiores que em ambientes corporativos.

Tem-se, ainda, a limitação que envolve o próprio tipo de trabalho. Algumas profissões se encaixam no modelo home office, como é o caso de profissionais freelancer, por exemplo, e outras não. É importante pensar nas atividades que serão desempenhadas e se, de fato, é possível fazê-la em um escritório em casa.

Escolha do mobiliário

A partir do momento em que a escolha do tipo de escritório - tradicional ou home office - é feita, deve-se pensar no mobiliário que será utilizado. Mais uma vez é importante reforçar: eles deverão ser adequados à função que será desempenhada! Aqui, a beleza é um ponto importante, mas fundamental mesmo são a funcionalidade e ergonomia!

Você e outros funcionários passarão grande parte do tempo no ambiente do escritório, portanto, nada mais natural que fazê-lo confortável e agradável. Mesas e cadeiras devem ser de boa qualidade e fornecer condições para que cada um desempenhe bem as atividades.

A qualidade do mobiliário de escritório nem sempre está diretamente relacionada com o preço. É possível achar bons móveis para escritório a preços acessíveis. De toda forma, cedo ou tarde, se a escolha do móvel não levar em consideração a ergonomia e funcionalidade, trará prejuízos - financeiros ou à saúde.

Defina a identidade visual

A criatividade, cores, formas e desenhos transmitem uma mensagem para quem frequenta o local. Dessa forma, é fundamental que a identidade visual transmita a ideia que você, como profissional ou empresa, quer passar.

Mas o quesito estética não serve apenas para impressionar ou atrair clientes. Serve, principalmente, para motivar, inspirar e incentivar os colaboradores a se sentirem mais confortáveis e produtivos no ambiente de trabalho.

Um escritório com ar mais clássico e cores mais neutras passam a sensação de tranquilidade e seriedade, interessante para um escritório de advocacia, por exemplo. Já as cores e designs mais fortes e despojados, são interessantes para mercados mais jovens, como é o caso de startups, por exemplo.

Depois de seguidos esses passos, mãos à obra! Não deixe de colocar todo o planejamento na ponta do lápis, para que todos o processo seja planejado e executado da melhor forma possível! Ter um escritório novo pode ser muito motivador ou uma baita dor de cabeça: está nas suas mãos fazer boas escolhas!

Produtos Relacionados:

Últimos Posts: