Novos Modelos de Trabalho: Como as Organizações estão Planejando os Escritórios.
Novos Modelos de Trabalho: Como as Organizações estão Planejando os Escritórios.
Um estudo recente realizado por uma marca italiana de mobiliário e têxteis, revelou um local de trabalho drasticamente diferente de apenas uma geração atrás. De 2012 a 2016 foram entrevistados executivos, arquitetos, designers, colaboradores e acadêmicos de 14 países para descobrir tendências de trabalho e formas como as organizações estão planejando e alocando os escritórios. Foram identificados 5 fatores significativos que favorecem para um novo modo de trabalhar e suscitam novas reflexões sobre o ambiente de trabalho: 1. O trabalho em grupo é a norma. As redes substituem hierarquias, com equipes multifacetadas que se adaptam conforme a evolução das necessidades de um projeto, que após ser concluído, podem se dissolver e serem reagrupadas de forma fluida. Essa pesquisa mostrou que as empresas estão reconhecendo o trabalho em grupo como a pedra angular de sucesso na inovação e estão planejando suas estratégias no local de trabalho para proporcionar a colaboração, bem como atrair e reter talentos. Diante de uma porcentagem cada vez maior de tempo dedicado ao trabalho em grupo, executivos nomearam a colaboração como sua principal prioridade de planejamento para as organizações hoje e para o futuro. 2. Hospitalidade e influências residenciais entram no local de trabalho. Hoje a maioria das organizações têm abraçado um padrão de trabalho mais casual, descontraído e aberto, inspiradas em startups de tecnologia e agências criativas, com escritórios que se assemelham a salas de recreação, garagens ou porões. Estes ambientes trazem um sentimento acolhedor com um design que não é tão linear. Afinal, as pessoas não passam sentadas o dia inteiro em suas mesas. E é aí que os espaços sociais e lounges tornam-se tão importantes. 3. Apesar de novas alternativas, o escritório ainda é base. A mobilidade e liberdade de poder trabalhar fora do escritório podem trazer certas limitações. Diante desta realidade, as organizações são desafiadas a desenvolverem ambientes envolventes que atraiam os profissionais. Uma experiência memorável pode ajudar a manter os colaboradores envolvidos e felizes. Um dos motivos pelos quais o ambiente se tornou mais aberto é para que as pessoas desejem realmente estar no escritório em vez de trabalharem em casa. 4. Empoderamento pela escolha. Os colaboradores tornam o local de trabalho próprio, escolhendo seu espaço, suas ferramentas, marcam reuniões com a equipe que precisam, no momento e local que preferem. 5. A gestão do bem imobiliário está mais apertada do que nunca. Diante das contenções de custos, muitas organizações têm abandonado as estações individuais de trabalho e apostado em espaços coletivos, minimizando custos e maximizando a utilização do local. Segundo estudos, as mesas são normalmente usadas apenas cerca da metade do tempo, o que aponta para a vantagem de investir no espaço em grupo. Essas realidades mostram que avanços modernos continuam a reescrever a forma como nos conectamos, comunicamos e colaboramos hoje. Acompanhando estes movimentos, a Operis desenvolveu a linha Fit. Com soluções completas para gerência, staff e salas de reunião, a Fit é a linha inteligente que todo escritório precisa, com a personalização e empatia que toda equipe merece. Suas composições harmônicas e excelente custo-benefício possibilitam um local de trabalho tão fluido quanto as equipes, onde os espaços se definem pelas ações do indivíduo em vez da sua função de trabalho. Assim, as linhas entre os tipos de espaços diminuem, estimulando ainda mais a interação e o fluxo constante.