Tendências de design de interiores para Coworking
Tendências de design de interiores para Coworking

Mudar de ritmo e de ambiente pode ser o empurrão necessário para tornar o dia de trabalho mais prazeroso. Esse é um dos motivos que explica a popularidade dos espaços de trabalho colaborativos, também conhecido como coworking. Eles são uma alternativa aos escritórios tradicionais, tendo como premissa a capacidade de “sediar” empresas que pretendem não ter custos fixos com infraestrutura e querem baratear despesas como água, energia, aluguel e conta de internet e telefone.

 

Muitos desses espaços apostam em uma decoração descontraída e uma arquitetura funcional, que estimula a colaboração, a criatividade e a felicidade no ambiente corporativo (sim, a arquitetura e o design tem papeis importantes para a satisfação interna). Por ser um ambiente que integra profissionais de diferentes áreas num mesmo ambiente e dá liberdade para que criem a própria rotina, o coworking é alvo de diversos projetos de arquitetos e designers de interiores, e é isso que vamos mostrar agora, algumas das tendências que o trabalho desses profissionais está trazendo para esses locais. Confira!

Ambientes abertos e horizontais

O conceito de open space ganhou muita visibilidade com as startups e grandes empresas de tecnologia (como Amazon, Microsoft e Google). Nessa distribuição de ambiente, os principais benefícios são:

  • liberdade de movimentação
  • transparência
  • a união
  • diálogo 

Esse tipo de escritório é ideal para aumentar a sinergia das equipes e colocá-las juntas, algo que facilita processos e diminui ruídos de comunicação. Procure por soluções acústicas que ajudem a minimizar os ruídos destes espaços.

Uso de móveis de qualidade

Alguns designers de interiores que trabalham na montagem de coworking sempre enaltecem a importância de usar mobílias práticas e confortáveis. A razão para isso não é meramente estética, ela é funcional. Pessoas passam muito tempo dentro dos escritórios, e ninguém gosta de gastar um terço do seu dia convivendo com o desconforto.

Utilizar mesas próprias para trabalho e cadeiras ergonômicas são tendências bastante aplicadas nos coworkings para aumentar o conforto e impactar na qualidade de vida dos trabalhadores, e isso implica diretamente em seus resultados! Em seu projeto leve em consideração a garantia dos produtos  e assistência técnica local.

Criação de um espaço de relaxamento e descompressão.

Mais uma tendência que surgiu forte nas empresas de tecnologia, os espaços de relaxamento estão se tornando cada vez mais populares nos coworkings. Esses espaços servem para que os trabalhadores possam fazer pausas em locais agradáveis, capazes de desligar um pouco a rotina e ajudar no descanso da mente.

Em empresas em que a criatividade é exigida o tempo todo (como agências de publicidade ou escritórios de design) esses espaços são refúgios para aqueles colaboradores que querem curtir um “ócio criativo” ou colocar a mão na massa mesmo, só que em um local um pouco mais calmo e descontraído.

Dica: Como estes ambientes são muito acessados, os moveis residenciais não possuem  a durabilidade necessária.

 

Refeitórios e cafeterias compartilhadas

Uma das palavras de ordem do coworking é o network. A premissa de trabalhar em um local que abriga diversas empresas em um ambiente é fantástica para quem quer abrir novas perspectivas de negócio e encontrar parceiros. E nada como um cafézinho para contribuir para o papo, certo?

 

Alguns coworkings estão investindo na criação de espaço de refeição e cafeterias, locais onde as pessoas podem interagir, repor as energias e conversar um pouco! Esse tipo de ambiente é legal e contribui também para democratizar as refeições, afinal, nem todo mundo gosta de comer em restaurante e prefere levar a comida de casa, mas sofre com um espaço adequado para realizar a sua alimentação.

 

Essas são algumas tendências que estão sendo aplicadas nos coworkings do Brasil e do Mundo. Fique atento na hora de procurar um espaço como esses para sediar a sua empresa, é fundamental verificar os planos de uso e a qualidade do espaço e da mobília. De 2015 até hoje, a quantidade de coworkings cresceu mais de 100%, isso significa que basta procurar um pouco até encontrar um que se encaixa perfeitamente às suas necessidades e expectativas!